Ano Novo!

É o tempo correndo na estrada,
É o ano novo de um mundo velho,
Eu me apego as paisagens,
Quantas folhas viradas em meu livro...
Quantos personagens,
Quantas pequenas histórias...

É o tempo correndo na estrada,
Eu me aconchego a beira de um rio...
Espero a tarde cair, a noite chegar...
Sou tão sonhadora,
Que voarei de encontro aquela estrela...
O sonho me dá asas.

É o tempo correndo na estrada,
E a poeira na calçada,
E os passos na areia...
Indicam que perdemos o caminho...

Mas não perdemos o sonho,
É o meu primeiro poema de ano novo,
De uma alma velha, tão velha em mim...
Mas que moça é essa? Que pula de lado.
Só para deixar passar o vento...
Que moça é essa?
Que ama, é quer amar sempre...

Vejo o tempo correndo na estrada,
Parece apressado a atropelar nossos desejos,
Mas vou devagar, sem medo, buscar o meu tempo.
O tempo exato para ser feliz...

Autora:
Liê

paz e luz


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Poema para Gabriel!

Poema FELIZ ANO NOVO, PARA MEU FILHO, GABRIEL, autista.