Quem realmente precisa mudar?
Tem dias que lidar com você
Parece uma luta sem tréguas...

Quem realmente precisa compreender?
Que a vida nos cobra viver...
Tem dias que conviver com você
É abrir trincheiras incontáveis...
Num complexo jogo de guerra e paz...

Quem realmente precisa ser forte?
Se a fragilidade da minha imperfeição
Muitas vezes te alcança...
E nós ficamos distantes...

O real e o lúdico...
Que brincam com a nossa consciência.
Que não nos permite enfraquecer...

Mas a fraqueza é minha...
Que me deixo irritar...
Mas eu queria ao menos gritar...
Chorar sem ser fraca...

Quem realmente precisa aprender?
Que o destino não alivia, nem espera...
Como preparar o futuro...
Num mundo tão incerto

Quem realmente sobreviverá?
Para contar a história da humanidade
Quantos mais precisarão nascer autistas
Para que descubram o sabor da alquimia.

Aquele lugar escondido,
Cheio de relíquias
De baús de mistérios
Que não se vê á olhos nus...
Quem realmente descobrirá
O mundo novo, nesse mundo tão velho...

Autora
Liê Ribeiro
Mãe de um rapaz que está autista.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Poema para Gabriel!

Poema FELIZ ANO NOVO, PARA MEU FILHO, GABRIEL, autista.