Quem realmente precisa mudar?
Tem dias que lidar com você
Parece uma luta sem tréguas...

Quem realmente precisa compreender?
Que a vida nos cobra viver...
Tem dias que conviver com você
É abrir trincheiras incontáveis...
Num complexo jogo de guerra e paz...

Quem realmente precisa ser forte?
Se a fragilidade da minha imperfeição
Muitas vezes te alcança...
E nós ficamos distantes...

O real e o lúdico...
Que brincam com a nossa consciência.
Que não nos permite enfraquecer...

Mas a fraqueza é minha...
Que me deixo irritar...
Mas eu queria ao menos gritar...
Chorar sem ser fraca...

Quem realmente precisa aprender?
Que o destino não alivia, nem espera...
Como preparar o futuro...
Num mundo tão incerto

Quem realmente sobreviverá?
Para contar a história da humanidade
Quantos mais precisarão nascer autistas
Para que descubram o sabor da alquimia.

Aquele lugar escondido,
Cheio de relíquias
De baús de mistérios
Que não se vê á olhos nus...
Quem realmente descobrirá
O mundo novo, nesse mundo tão velho...

Autora
Liê Ribeiro
Mãe de um rapaz que está autista.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Poema para Gabriel!

Atravessar a Ponte!