O que nos move?
O que nos comove...?
As palavras
São facas afiadas
A cortar nossas mentes...

Peça um momento
Ninguém tem tempo...
As horas são curtas
E a vida é breve...

Os velhos sonhos
Parecem que eles os enterraram
Em algum lugar inabitado
Longe das nossas possibilidades.

O que nos faz sorrir?
Afinal uma lágrima parece
Insistir em escorrer
Pela nossa face triste...

Irrita-me a presunção
De que podemos vencer
Todos os monstros...
Os que nós criamos
Os que outros nos oferecem...

O que esperamos?
Não esperemos...
Façamos, mas o princípio já passou.
E o fim é um novo renascer...
Acaba um ciclo,
Nasce uma nova probabilidade...

O que precisamos?
É reatar laços...
Reaver os sonhos...
Sempre, sempre acreditar.

Que apesar de não saber nadar
A vida é um mar a ser desbravado
Mergulhemos, deixemos o medo...
E se nos afogarmos saberemos.
Que se não tivéssemos tentado
Tudo seria um imenso deserto
A nos secar para sempre....

Autora
Liê Ribeiro
Paz e luz

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Poema para Gabriel!

Poema FELIZ ANO NOVO, PARA MEU FILHO, GABRIEL, autista.