Um dia eu serei digna de ti!


Um dia eu serei digna de ti!

Quando lhe observo, quieto, pensativo...
Penso no vazio que tens para preencher.
Seus olhos buscam algum lugar distante daqui...
Não posso penetrar nesse seu mistério
Contento-me em imaginar...

Se você pudesse compor um conto...
Contarias que aí dentro nada está perdido.
Que há alguém que ama, e se emociona.
Mas porque você não chora?

Porque sua risada parece algo que não é real?
A loucura tem cara de palhaça?
Mas a sanidade é uma questão de visão...

E traduzir seus gestos é quase impossível..
Essa metade de uma parte
Que nunca parece inteira...
Derradeira vida, que nos cobra...

E você apenas segue em sua nave...
Navegando por galáxias,
E eu com pés fincados nesse chão...
A! Se eu pudesse criaria asas
E te alcançaria...

Sinto-me uma lagarta rastejante
Diante de tua nobreza.
Giras como uma roda gigante
Eu até fico tonta...

Mas quando você me olha de relance
E os seus olhos brilham
E os meus lagrimejam
Percebo que mesmo assim,
Nós não sofremos.

O seu silencio é mais que palavras...
E eu vou aprendendo
Como quem repete na vida
Mas um dia, creia.
Eu serei digna de sua grandeza!

Autora
Liê Ribeiro
Mãe de um rapaz autista!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Poema para Gabriel!

Poema FELIZ ANO NOVO, PARA MEU FILHO, GABRIEL, autista.