Vista sua melhor pele
Beba do néctar da esperança
Para onde o mundo caminha?
Siga os passos do Pai...
Pois o filho caminhou sozinho...
Ninguém o seguiu...

E quem prega a salvação
Nem ao menos conhece
A sua verdadeira luz...
Vivem na escuridão dos egoístas...

E há tanta incoerência
Na pregação dos tolos...
Mas não me leia...
Nem concorde com minha arrogância.

Eu prefiro o silencio das bocas...
Eu prefiro a pureza das águas...
A humildade das estrelas
O caminho do irmão pequenino...
Que caminha descalço...
E prega entre os desvalidos.

E não promete prosperidade
Mas a paz da alma a se elevar...
Dura carne que se decompõe...
Dura vida que se perde na matéria...

Luta-se e nada se alcança de verdadeiro
A superficialidade dos atos...
E o belo se perde nos olhares cinza...
A pedra que nos cobrirá...
No cimento do esquecimento.

Aqui jaz alguém que nunca viveu...
Apenas cumpriu seu tempo...
E nem dele pode aproveitar...
A poeira a nos tomar...

É assim a realidade,
Uma cruz cravada em nosso peito
A dor vazando por nossa alma
Acordemos...
A sonolência das mentes
Faz de nós seres extintos, aleluia!

Autora
Liê Ribeiro
Paz e luz...

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Poema para Gabriel!

Poema FELIZ ANO NOVO, PARA MEU FILHO, GABRIEL, autista.