Longo tempo
De horas gastas
Vejo á cada dia
Um dia a mais para lutar...


O corpo cansa,
Mas o olhar vê além
Todos os oceanos
Para atravessar


Segure em minha mão
E nós atravessaremos, creia...
Nada é demasiadamente dolorido
Há gotas de esperança
Que nasce a cada manhã...


Pura fé em tudo que virá...
E se a fé é para os inocentes
Será ela nossa força...
Será para ela nossa missão...


Façamos de cada instante
Um instante eterno...
Porque o que perdura,
São momentos que vivemos.


Há vida em tua essência
Uma existência de aprendizado
E desse casulo em que estás,
Um dia nascerá uma linda borboleta


Que alcançará a liberdade
E com suas asas multicores
Voará pelo universo...
Por isso faço versos!


Autora
Liê Ribeiro
Mãe de um rapaz autista.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Poema para Gabriel!

Atravessar a Ponte!