Longo tempo
De horas gastas
Vejo á cada dia
Um dia a mais para lutar...


O corpo cansa,
Mas o olhar vê além
Todos os oceanos
Para atravessar


Segure em minha mão
E nós atravessaremos, creia...
Nada é demasiadamente dolorido
Há gotas de esperança
Que nasce a cada manhã...


Pura fé em tudo que virá...
E se a fé é para os inocentes
Será ela nossa força...
Será para ela nossa missão...


Façamos de cada instante
Um instante eterno...
Porque o que perdura,
São momentos que vivemos.


Há vida em tua essência
Uma existência de aprendizado
E desse casulo em que estás,
Um dia nascerá uma linda borboleta


Que alcançará a liberdade
E com suas asas multicores
Voará pelo universo...
Por isso faço versos!


Autora
Liê Ribeiro
Mãe de um rapaz autista.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Poema para Gabriel!

Poema FELIZ ANO NOVO, PARA MEU FILHO, GABRIEL, autista.