Ouça o que eu preciso dizer
Essa voz que nunca fala
É a minha consciência...
Não posso ser somente lamentações.


Há uma história por contar sempre.
Capítulos de alegria e de tristeza
Porque não?
Ouça o silencio.


Quando a vida dorme
E os transeuntes se aquietam,
Nossa vida é um flash back...
A passar na parede vazia
Do nosso quarto.


É a solidão nos testando.
Uma montanha russa
Às vezes a vida nos tonteia.
Mas ouça o que meus olhos dizem
Mas do que minhas palavras
Que muitas vezes se perdem em mim.


Ouça a paz...
Ela pousa uma folha solta
Na varanda...
É o renovar do mundo.
Não precisamos sempre
Ter algo a dizer...
Ouça a chuva imaginaria
Que em dias de secura
Vem nos despertar.


O que importa mesmo
É ter muito por ouvir
E pouco por falar...
Eis aí todo aprendizado!


Autora
Liê Ribeiro
Paz e luz...











Comentários

  1. Maravilha de poema e de aprendizado.
    Vc como sempre bebendo da mais pura fonte de inspiração.
    Parabéns Nimue.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Poema para Gabriel!

Atravessar a Ponte!