Autismo X TPM...

Não vou escrever poemas ludicos..
Sobre você nesse momento.
Hoje estou cansada
Cansada do seu autismo
Cansada da sua organização
Do seu mundo tão certinho.


Que diabos, estou fazendo aqui?
Vocês querem poemas de amor
Mas o amor não pode ser falso...
Não quero mentir para mim hoje,


Seu ajeitar o quadro, me irrita
Seu escolher de talheres, me entedia
Seu balbuciar sem nada dizer, me sufoca
Hoje estou cansada de mim. Entenda!


Cara pálida, eu sou de carne e osso
Fique aí na sua...
Deixa-me aqui na minha...
Amo-te demais para fingir


Que há dias de puro tédio
De pura solidão compartilhada
Olha ao seu redor!
O mundo é assim desorganizado.


Recheado de seres preconceituosos
Mas vamos ser sinceros
Seu jeito às vezes enche...
O respirar fica quase impossível...


Aquele instante que nos perdemos.
Em algum ponto que não esperávamos
Se pudesses sei me mandaria às favas...
Hoje estou tão real, mas que o comum...


Hoje, queria ter asas, e voar
Hoje queria parar de me achar tão feia
Não tens nenhuma culpa nessa minha recita...
Hoje,eu queria um tempo somente para mim.


Pois me sinto assim, meio inteira, quase metade...
Queria que você me compreendesse
Eu, tanto o quanto você
Desejaria  imensamente que esse dia terminasse logo!
Mas Deus, eu não sou perfeita...


Autora
Liê Ribeiro
Mãe de Gabriel Gustavo/ autista.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Poema para Gabriel!

Atravessar a Ponte!