Poema de Páscoa!



Caro mestre!
Que vós ressusciteis
E ressurja em nós
Todos os dias.

Que carreguemos
Nosso fardo leve
diante de vossa dor.


Caro mestre!
Que vosso sonho de humanidade feliz
Seja como grãos férteis jogados ao vento
E brotem no coração dos seres...


Caro mestre!
Que o Pai Nosso,
Venha a nós em todas as horas
Que o pão seja repartido.


Que a fome seja saciada
Que o amor seja a meta
E não o acaso do vosso ensinamento
Por tão poucos praticado.


Caro mestre!
Das parábolas insurgidas
Em cada passo que damos.
Fazei de nós um instrumento de vossa palavra.

Que a paz não seja conquistada pela espada
Mas pelo exemplo de vossa vida.
Que o vosso perdão seja estendido


Em nossa consciência...
E que a ofensa de cada dia
Não seja mais forte
Que a humildade de sabermos perdoá-la.


Caro mestre!
Que nunca morras
Pelo esquecimento de vossos mandamentos.
Que sejamos dignos de sua grandeza
Que calcemos vossa sandália,


Que sigamos vossos passos
Mesmo na areia do tempo cálido.
Que enxuguemos as lágrimas
E vos amemos na misericórdia ao próximo.
Amém!


Autora
Liê Ribeiro
Paz luz

Comentários

  1. Maravilhoso poema!
    Que a luz do Mestre sempre se faça presente na sua vida e do Gabi, em todos os momentos.
    Feliz páscoa!
    Claudia e Biel

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Poema para Gabriel!

Atravessar a Ponte!