Preciso de uma nova inspiração.

Um mundo menos imediato
Uma palavra menos obvia.
Alguma linha no horizonte
Que eu possa buscar...


Uma musica definitiva
Um poema redentor
Uma pessoa simples
Simplesmente cruzar...
O grande mar
Dentro de cada um

Devastadora solidão
Que toma a humanidade.
Mistérios que podiam
Ser aos poucos desvendados

Grande Pai do universo
Quando pararei de fazer versos?
Quando minha mente, descansará?
De esse eterno pensar.

E eu já me esqueci do que matutava
Talvez na correria do dia a dia
Eu precisasse de um momento perene.
Onde a vida fosse exatamente
Como desejamos, nem menos, nem mais
Para que cogitá-la, explicá-la...
Se ela somente quer ser vivida.


Simples como a nascente de um rio
Simples como a poesia rimada
Simples como a noite e seu manto
A vida só quer sobreviver...
Na infinita inspiração de Deus!




Autora
Liê Ribeiro
Paz e luz

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Poema para Gabriel!

Poema FELIZ ANO NOVO, PARA MEU FILHO, GABRIEL, autista.