Laços!




Criar laços
Uns nos aprendemos a aceitar
Outros precisamos
Muito aprender a criar.

Foi ontem
Quase que conseguimos
Trocar energias
Seu carinho
É diferente
Parece medroso
Quase tímido
Quase irreal.

Morte e vida
Laços que se rompem
Outros que nascem.
Mas na verdade
Precisamos cortar os nós


Que nos prendem ao passado
Precisamos criar laços de amor
De confiança e de honestidade
Quando nada mais for possível.


Crer nos laços de compreensão.
Nos já dançamos uma musica inteira
Seu coração autista, já se solta e bate
No compasso da musica.


Seu sorriso,
É de quem venceu a si mesmo
E agora deixa fluir o que sente.
Esse laço ninguém jamais quebrara


Nem o tempo,
Nem a síndrome
Nem a extinção da matéria
Foram séculos perseguindo esse amor


Foram horas esperando
Um aproximar
Para romper nossa aquiescência
E quando a sintonia do destino


Acabar no palco da vida
Apagaremos a luz da ribalta
E seguiremos para eternidade
Quem sabe para reatar nossos laços
E retornar!


Autora
Liê Ribeiro
Mãe de um rapaz autista.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Poema para Gabriel!

Poema FELIZ ANO NOVO, PARA MEU FILHO, GABRIEL, autista.