Mergulhe em meu oceano
Veja quantos sonhos promissores
Letras e palavras boiando
No grande mar do pensar.

Pesque uma e componha sua historia
Imirjo consciente que poderei não voltar.
Meu mar é tão profundo,
Gota e lágrimas compondo meu planeta.

Prefiro assim.
A secura da vida, nas grandes margens...
O deserto das almas
A terra árida da vida.


Onde tantos pés sangram ao caminhar...
Dei-me asas noturnas
Que eu voarei pelas encostas
Onde todo oceano se aninha...


E todos os anjos se encontram
Para admirar o por do sol.
E eu posso sentir a brisa salgada
Em meus lábios e o som da poesia
Em meus ouvidos...

A tarde é fria, insossa e calada
Mas como minha alma nunca descansa
Nem meu coração deixa amar.
Estou em meio ao oceano
Não quero a terra.

Nem me isolar em uma ilha
Quero essa imensidão
Do papel a me convidar
A nadar no mar das palavras...


Autora
Liê Ribeiro
Paz e luz

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Poema para Gabriel!

Poema FELIZ ANO NOVO, PARA MEU FILHO, GABRIEL, autista.