A lua de Beltane!

Nós temos o poder de enfeitar
Nossa vida tão comum...
Nós carregamos sonhos de outrora...
Mesmo como se fossemos realizá-los.
Esse colóquio diário
Que somente nossos olhares realizam


Porque coisa nenhuma pode penetrar.
Fizemos um pacto naquele poço das águas.
Criei magia onde era só realidade
Dura como a pedra milenar.


A! Se eu não o tivesse feito
Morreria como uma flor na terra Arida.
Nós criamos nosso ninho
Naquela árvore imaginária


E juntos adormecemos o medo
E juntos cavamos dores
E juntos superamos pontes...
Nossa pragmática vida


Reduzida á poucas horas
Quantos milênios
Buscando-te em cada contemplar
Da lua de Beltane.

Nós prometemos não desistir
De cada instante
Vivido a beira do abismo.
Dei-me asas eu pularei
O que eu devo temer?


Nada pode nos atingir
Se a nossa essência é eterna
E na erraticidade das existências
Eu jurei encontrar-te...


Autora
Liê Ribeiro

Paz e luz.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Poema para Gabriel!

Atravessar a Ponte!