Liê



A minha história
Relida
Reescrita
A partir de você

Eu não sou o outro
Eu não me culparei
Por ter perdido
O trem de ida

De ter esperado
Na estação da vida
Pelo instante exato
De partir...


Não é assim
Que as coisas funcionam
Não vou falar mal do mundo.
Não gosto de palavrões
Sua sonoridade é horrível
Eu não quero me enquadrar
Não preciso...


A minha biografia
É tão inútil aos que não conheço
De onde vim
Ou para onde eu vou
O que importa .
Poeta não é celebridade


A vida está totalmente parada
Mas eu aprecio
Essa sutileza da natureza
Em refazer seu habitat


Uma palavra de amor
É tudo que precisamos
Adoro as batidas
De um coração apaixonado


A delicadeza da poesia
A decifrá-lo em estrofes
A dor reinventada
Para nos fortalecer...


A tontura de viver
Em meio a tanta
Incoerência de atos
Faz-me recolher...


Nada de mim interessa
A ninguém
Passo meus dias lendo
Relendo, fazendo o necessário
Para sobreviver.


Mas creia, somos diferentes
Em nossa igualdade
Eu te amo você me ama
E essa é a nossa fábula!



Autora
Liê Ribeiro
Paz e luz...

Comentários

  1. O começo, uma história de florestas e maçãs, e o despertar em meio a tantas outras.
    O tempo não passa, se repete, e a vida é a mesma, uma atrás das outras.
    Prá quem crê no poder das fábulas, prá quem crê no poder do amor...

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

POEMA PARA O DIA MUNDIAL DE CONSCIENTIZAÇÃO DO AUTISMO.

A todos meus amigos desse Blog