Brincar com as palavras!


Por quê?



Por causa


Por onde?


Quem?


Alguém


Ninguém...


Agora


Quando?


Nunca


Declamar


Dissertar


Ficar em silencio...


Cadê?


A vida


É de que?


Sabor


Amargo


Doce...


Volúpia


Sensualidade


Piedade


A palavra


O verbo


O dicionário


O sentir


O fingir


O fugir


Conspiro


Com a metáfora


De esse meu existir


Essa eternidade de sentir...


Brinco com as letras


Todas perdidas


Dentro da minha cabeça


Preciso juntar


Como um quebra cabeça


Então compreendas


Que preciso germiná-las


Como sementes


Que cultivamos


E um dia colheremos


Quem dera,


A poesia definitiva!


Autora
Liê Ribeiro.
Paz e luz

Comentários

  1. prefiro que não colhas a poesia definitiva, pois a busca tem proporcionado os mais ternos momentos.
    linda musica, linda imagem, e a poesia mais ainda.

    ResponderExcluir
  2. Eu sabia anonimo que adorarias, realmente essa musica e pintura casam bem como meu momento...

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Poema para Gabriel!

Poema FELIZ ANO NOVO, PARA MEU FILHO, GABRIEL, autista.