A fé...



Hoje fiquei pensando na fé...
A fé independe
De quem acredita nela.
Ao cético
Ao ateu
Ao agnóstico.

A fé não os persegue
Não os impede
De não crer...


Pois a fé é livre
Rodeia nossos sonhos
Os mais antigos,
Resiste às dores mais atrozes.


A fé peregrina ...
Está nas águas do mar
No por do sol
No cantar dos pássaros...


A fé é uma estrada longa
De flores e pedras
De pés descalços
De mãos limpas
De olhar místico.

A fé não mora nos templos
Nem nas escrituras
A fé esta dentro de nós...
Quietinha!
Dentro daqueles que acham que a perderam.
Ou  de quem nunca a teve.


A fé não tem patente
Não é dessa ou daquela religião
Não! ela é caminheira
Na mesma areia
Seguindo as pegadas do mestre.


A minha fé é de lua
De chuva mansa,
De amor ao próximo
A minha fé é minha.


Nasce e se perpetua todas as manhãs.
Sem dogmas ou rituais
Sem cifras ou pecados...
Pois a fé é piedosa


Mesmo na derradeira hora.
Faz-se de luz a nos reduzir
Á estação e a plataforma
Para uma nova jornada
Eis aí minha fé...


Autora
Liê Ribeiro
Paz e luz...

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Poema para Gabriel!

Atravessar a Ponte!