l Have a Dream!



 






Já escrevi sobre nossa relação,
Já declarei meu respeito,
E já te pedi perdão
Por tantas falhas em nossa convivência.


Mas mãe,
Lembro nitidamente, quando juntas
Sentávamos na cama e ouvíamos
I Have a Dream do ABBA.
Essa era a sua musica preferida
Obvio nem você nem eu
Sabíamos a tradução da letra


Mas mãe...
Era o nosso momento
Eu também tinha um sonho...
Que talvez eu nunca
Havia lhe confessado.
Sonho que guardei para os meus poemas...
Nunca lhe perguntei sobre os seus...


Somente nos importamos
Com os que estão ao nosso lado
Quando os perdemos de vista.
Mas esse momento não é de sofrimento
Já superei essa parte,


Você sabe o tempo se encarrega
De baixar à poeira...
De amenizar a dor,
De fechar as cicatrizes.

Mas em momento algum
Há em mim o esquecimento,
De sua pessoa...


E como um flash
Ouvindo essa musica de novo
Vi-nos, na cama,
Em breves momentos
De Liê e Nair...
Sem os conflitos da filha e da mãe,
Somente
Liê e Nair...


Autora
Liê Ribeiro
Paz e luz...


Comentários

  1. Com certeza, ela tb estava ao seu lado ouvindo a musica, novamente juntas.
    bjs

    ResponderExcluir
  2. Eu sei, a saudade bate firme, mas que bom ter momentos assim para recordar.
    Até pude ouvir ela me dizendo ouça Liêzinha.
    Lembro dela me ligando só para ouvir minha voz.
    Amo profundamente minha mãe. E que bom ter a conficção de que não perdemos a quem amamos.
    Obrigada.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Poema para Gabriel!

Atravessar a Ponte!