Entre amigos!




Eu vivo consciente dessa realidade
Você vive inconsciente do fato de existir
Repete por horas a mesma frase
Mas qual o seu verdadeiro significado?


Espelho de palavras jogadas
Como um quebra cabeça
Que tens que montar...
Letra por letra


Eu vivo puxando-o para meu lado
Preciso da sua presença concreta

Em meu dia.
Preciso da sua mínima compreensão
Para que não vivamos somente o lúdico.


Afinal a vida é real por demais
Cobrando atitudes, amplitudes.
Que muitas vezes não abrangemos.
Como traduzir a vida pra ti?
Como dizer-lhe que às vezes ela machuca


Que o mundo nos isola.
Que as pessoas nos condenam a solidão.
Não somos feitos em serie
Não entendemos da perfeição
Pois é a imperfeição que nos ensina
Que somos aprendizes.

Nenhuma semelhança com o divino
Pois somos
A parte mais primitiva da natureza.


Pois carregamos uma fé
Que não é de dogmas ou livros
É uma fé de almas
Que palavra linda ALMA.


E se nada nos faz sorrir hoje
Deixemos essa tristeza passar
Deixemos a vida caminhar nossos passos.
Vá, siga não tema,
Eu ainda posso te acompanhar!


Autora
Liê Ribeiro
Mãe de um rapaz autista.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Poema para Gabriel!

Atravessar a Ponte!