Poema antigo!




Quando minha mãe acordar
Estarei pronto, estarei pronto.
Caminharemos por aí
Mãos dadas, vida solta...

Quando minha mãe acordar
Já terei crescido mais um pouco...
E em seu colo ainda repousarei

Quando minha mãe acordar
O meu rosto será o espelho do seu rosto
Traços tão parecidos...
E nós riremos das semelhanças...

Quando minha mãe acordar
Meu sorriso maroto o que ela verá
Quando minha mãe acordar
Saberá que sempre estive ao seu lado
Sempre velei pelos seus sonhos
Sempre tentei enxugar seus prantos
Sempre em mim a carreguei...

Quando minha mãe acordar.
Direi que a amo, amei e amarei...
Quando minha mãe acordar.


Autora:
Liê Ribeiro
paz e luz
Mãe de um rapaz autista.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Poema para Gabriel!

Atravessar a Ponte!