Poema na casa do autista!



Eu me pergunto a cada momento
Em que mundo nós vivemos.
Onde fazer escárnio da deficiência do outro
É engraçado...
Onde ganhar dinheiro a qualquer custo
É invadir a credibilidade do outro.


Por que:


Na casa do autista, há ingenuidade.
Na casa do autista há um jardim de tulipas
Na casa do autista há seres mágicos.
Luzes de estrelas, pureza de luas.
Na casa do autista, poucos saberão entrar
Para tanto precisarão limpar as mazelas internas.
Para tanto precisarão amar os diferentes.


Às vezes eu olho a minha volta
E só vejo vazio em cada olhar
Em cada ato, em cada risada sarcástica
Como se o outro fosse seu próprio espelho
Sim eu vejo no outro
Meu próprio reflexo torto.
A perfeição quando é de alma
E está arraigada em nossos autistas.


Às vezes eu me pergunto
Para que eu trabalho tanto
Para inserir meu filho nessa sociedade
Mas que sociedade é essa?
Que se pudesse o mastigaria
Engoliria e depois vomitaria fora.


Às vezes a dor é tanta
Que eu preferiria...
No mundo dele me refugiar.
Ficar ali com ele, salvos da maldade.


Essa é a humanidade desumana
Que se avoluma no mundo.
Vamos matar por matar
Vamos ferir por ferir


O que temos a perder?
Meu filho nem sabe
Que as pessoas o acham
Mera peça defeituosa passível de zombaria.


Meu filho é  puro.
Que caiu nessa terra Arida
Para aprender e ensinar
Que o maior valor da vida
É amar o seu próximo.


Autora
Liê Ribeiro
Mãe de um rapaz autista.

Comentários

  1. Tenho pena dessas pessoas que não sabem o que é respeito, que não sabem o que é amor.
    Ainda bem que vivo na casa de um autista, e vivem um mundo deles em meu coração. Amo o meu, amo o seu, amo a todos, e continuarei lutando por cada um deles, enquanto eu puder.
    bjs

    ResponderExcluir
  2. Liê querida, a questão está tão bem posta: inserir no mundo normal? Vale a pena?fiquei muito indignada com tanto desrespeito. Não assisti ao vídeo. Não consiguiria. Nunca suportei este tipo de suposto "humor" ou "diversão" que usa outro ser como objeto de riso, de escárnio, especialmente no caso daqueles que não sabem levantar a voz para a própria defesa. No filme "Freedom writers", a professora chama a atenção de alunos que fazem caricaturas de seus colegas, salientando que o Nazismo teve início nesta noção de supeiordade de alguns sobre outros. Muito sério isso. Lindo poema, Liê. Vc deveria postá-lo por inteiro nas listas e no FB.

    ResponderExcluir
  3. Realmente o mundo parece estar de cabeça para baixo... Sem noção... As vezes até insensível... E te pergunto querida Lie para que? Para nada...
    Fazer isso com os nossos filhos e entes queridos que não tem defesa de nada dessa vida... Pois a defesas deles são o sorriso, o carinho, um simples gestos de toque, um olhar profundo que nos mostra de como a vida é e pode ser ainda melhor ao lado deles...
    E depois de tantos anos de luta para o reconhecimento e o respeito... e principalmente o esclarecimento do bicho papão do AUTISMO, esse mito horroroso que por muitos anos ficou na sombra da ignorância...não devemos de jeito nenhum barato esse tipo de ultraje com os nossos tesouros maior: NOSSOS FILHOS que sendo Autista OU NÃO devemos ter respeito por igual ao ser humano a qualquer tipo de deficiente... a vida é uma só... nós somos um só neste universo e somos todos filhos e filhas do Criador Maior que se fez homem e nos deixou o maior dos MANDAMENTOS: " AMAI-VOS UNS AOS OUTROS COMO A TI MESMO..." BJS AMIGA E QUE ISSO NAÕ FIQUE IMPUNE!!!!!!! E TENHA CERTEZA O SENHOR SEMPRE ESTARÁ EM NOSSO LADO...PARA DARMOS FORÇA E SABEDORIA NA NOSSA JORNADA DE AMOR E LUZ...BJS RE

    PS: ME SEGUE TMB NO MEU BLOG QUE É:
    anabeatrizefelicidade.blogpost.com BJS RE E BIA

    ResponderExcluir
  4. OLÁ AMIGA VENHO AQUI TAMBÉM LHE DIZER QUE TENHO UMA FILHA AUTISTA E UM IRMÃO AUTISTA E SEI BEM COMO É LINDA A NOSSA CAMINHADA!!!!! A BIA TEM 7 ANOS E MEU IRMÃO RONALDO TEM 26 E JÁ ESTÁ CURSANDO A 1ª SÉRIE DO 2º GRAU... E TE DIGO QUE O IMPOSSÍVEL PODE SER POSSÍVEL NA GRAÇAS DO SENHOR E COM MUITA LUTA, AMOR, E PERSEVERANÇA...QUE TUDO VAI DAR CERTO...BJS RE

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Poema para Gabriel!

Poema FELIZ ANO NOVO, PARA MEU FILHO, GABRIEL, autista.