Preciso desse Sorriso!



Não feche todas as portas
Por alguma fresta
Eu observarei tua pessoa
Feliz ao girar o mundo
Feliz a sorrir para o nada

Mas não tranque seu coração
Preciso do seu pulsar no peito
O canto perfeito dos pássaros
Não preciso que me entendas

Preciso que me ame
Mesmo que não digas
Cada gesto, cada olhar me diz
E essas pequenas coisas
Ao entender do mundo

São enormes dentro da minha alma
Mas não fujas para longe
Onde minhas mãos
Não possam alcançar...

Não tenho tantas pernas,
Nem tanta força,
Água calma
Vida plena.

Não amadureça por inteiro
Esquecendo o seu lado criança
Em algum passado distante
Precisamos brincar ao vento
Precisamos crer nos anjos
Precisamos sobreviver ao tempo.


Autora:
Liê Ribeiro
mãe de um rapaz autista
Paz e luz

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Poema para Gabriel!

Poema FELIZ ANO NOVO, PARA MEU FILHO, GABRIEL, autista.