A força do seu Sorriso!




É você que me ensina
Que a raiva não cabe
Nesse momento...
Tenho aprendido
A cada dia
Que a vida
Às vezes nos joga
Num grande rodamoinho

E que se não nos
Segurarmos ao amor
Haveremos de nos perder no vazio.
Lágrima acida da solidão.

Estilos e formas
São o que os olhos vêem
Mas com o coração.
Desengavetamos
Sentimentos antigos

Para que?
Livros amarelados
Palavras já gastas.
Essa breve existência a nossa
Brisa a bater na janela do destino.

As soluções de todas as dores
Esta na alma
E não na matéria
Perecível, cansada que finda.

É você
Que planta flores
Em minha mente árida
Que arrebata minhas resistências
E que cultiva em mim a esperança
Talvez numa vida além do horizonte

Meus pensamentos
São como uma folha ao vento
Vai e volta
Pousa no papel, poemas.

É você que tenta me ensinar
A ser uma pessoa melhor
Dura missão...
Preciso respeitar sua grandeza
Minha limitação humana

Posso escrever essas linhas
Posso concatenar minhas idéias
Mas jamais vencerei o abismo
Da minha incoerência.

Enquanto você protegido
No universo do autismo
Puro como á primeira estrela no infinito
Ensina-me na minha pequenez.
Que nada é mais valioso
Que esse seu sorriso doce!


Autora
Liê Ribeiro
Mãe de um rapaz autista.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Poema para Gabriel!

Atravessar a Ponte!