Poema todos os Dias!




Eu vi meu filho Autista
Ficar horas olhando ao longe
Tão longe
Que eu quase não pude chegar.

Eu nunca mais assisti
Uma lágrima nascer
Dos olhos do meu filho autista
Mas ele ama,
Algo que não posso entender
Um vulto encravado em sua alma.

Ele responde-me através
Das melodias que ouve
Eu não posso fugir
Da realidade que nos envolve.

Ele não pode ficar
Mas vamos seguindo
Vamos tentando existir
Um pouco a cada dia.

Meu filho autista
Está aqui hoje,
Chegou sorridente
Tocou meu rosto de leve
E foi deitar...

Meu filho autista
Prefere adormecer a vida
Cotidiana e muitas vezes falsa
Que querem lhe impor.

Meu filho autista
É tão autêntico
Puro na arte de viver...
Mas eu ouço seu espírito
Na noite calada.

E ele transpira esperança
Mesmo sendo visto,
como a peça estragada
De uma sociedade doente.

Mas para mim ele é a peça vital
Da minha existência.
Para ti meu filho autista
Reservei a fatia maior do meu coração...

Autora
Liê Ribeiro
Mãe de um rapaz autista.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Poema para Gabriel!

Atravessar a Ponte!