Poetisa e Autista!





Ai de mim
Ai de nós
Que a cada dia
Temos que vencer
Nossas próprias limitações

Esse menino
Que ainda mora dentro de você
Canta baixinho
Viaja em asas mágicas.

Confesso-te
É difícil tanta pedra pra carregar
Vivemos o presente
E precisamos semear bons frutos
Amanhã devemos
Colher o que plantamos hoje.

Vento, tempestade
Precisamos de uma chuva forte
Para lavar o mundo de todo mal.
Coração mole
Mente frágil...

Inventar já está cansativo
Mas a realidade é má demais.
Faz de nós peças fáceis
De se extinguir...

Mas não podemos fraquejar
Você vem chegando
Bem devagar, sem pressa
Seu tempo não se conta
Cansa, amedronta.
Mas devo respeitar
Quando há amor nada está perdido

Ai de mim
Ai de você
Duas almas ainda embrionárias
Diante de todo universo

Mas temos alguma chance
Descobrindo que cada um
É como é...
Se há nome para sua diferença
Nem sei qual seria o meu...
Acho que combina Poetisa e autista!
Aprendizes na vida.

Autora
Liê Ribeiro
Mãe de um rapaz autista.

Comentários

  1. MUITO, MUITO BONITO!!!
    PARABÉNS!!!
    COMOVENTE...

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Poema para Gabriel!

Poema FELIZ ANO NOVO, PARA MEU FILHO, GABRIEL, autista.