O Livro da sua vida!




Se eu tenho só uma história
Se todo principio é de um tempo concreto
Lógico e temporário
Materialista e imediatista
Porque tenho tantas lembranças
Que não me parecem dessa existência
Marcas de nascença
Sentimentos de medo e de incompletude.

Se minha mente pensa
E meu coração
Encaminha-me para outro lado
Como fugir da navalha na carne.

Sua vida nem começou.
Sua história nem foi escrita
Uma página em branco
Se eu pudesse inserir um capitulo

Começaria pelo fim.
Não negaria o obvio
Inventaria um modo
Que a nossa vida fosse menos real
E mais fictícia...

Dar-lhe-ia amigos sinceros
Carregaria grãos de areia
Para formar nosso castelo
Sim ele cairia ao primeiro vento
Mas deixaria
Em nós suas melhores impressões.

Assim é a vida
Altos e baixos
E nós guardamos
Todos os tesouros do desconhecido
Para não enlouquecer
Tentando decifrá-lo.
Ou enlouquecer
Para evitar a dor de não ser entendido...

O mistério é incontrolado
Esse sentimento de vazio a ser preenchido
Doce eternidade, infinidade, universalidade
O Interminável amor por você
Faz-me acreditar
Que o livro da sua vida
Um dia será totalmente preenchido
Com certeza sem um fim...


Autora
Liê Ribeiro
Mãe de um rapaz autista...


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Poema para Gabriel!

Atravessar a Ponte!