O amor!


Palavras simples
Palavras sussurradas
Para acalmar
Algum motivo para sorrir
Milhões para chorar

Se o tempo passa
Porque não o seguimos?
Não podemos parar as horas
Mas podemos aninhar
Nossa carência em algum colo

A origem da natureza
Deus não criou primeiro o universo
Criou o amor...
Não duvide jamais duvide da sua força

Poucos provarão do seu sabor
Muitos o confundirão com a matéria
Muitos passarão sem saboreá-lo
Não o procurem na parte externa
Ele se refugia em nosso interior.

A parte mais oculta
Da nossa consciência
Outro ser habita
Ele precisa desses momentos de fé

Ele precisa da vida alicerçada na ternura
Se eu me der, não fuja de mim.
Nunca mais fuja de si mesmo
Mesmo sem me ver, eu sempre estarei aqui...
O Amor!

Autora
Liê Ribeiro
Mãe do Gabriel/autista.
15/06/2012

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Poema para Gabriel!

Poema FELIZ ANO NOVO, PARA MEU FILHO, GABRIEL, autista.