O desencanto e o Mágico!






O que foi vivido foi vivido
Podia mais, muito mais.
Quase perfeito
Mas quem se salva da realidade?
Mas que bom que temos uma história

Que pena tudo se esvaindo
Pelo cansaço do dia a dia...
E o desencanto suplanta
O que outrora fora mágico

O perdido, o proibido o quase surreal.
Quadro de Monet
O poema de Byron
Toda pincelada de eternidade
Que  na verdade  é mortal.

Mas que pena,
Tudo acaba, e nem percebemos.
Que foi nossa total despretensão...
Um descuido às vezes irreparável
E a vida infelizmente se resume
No começo, no meio e num fim!

Autora
Liê Ribeiro
Poetiza...
21/09/2012

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Poema para Gabriel!

Atravessar a Ponte!