A alegria e tristeza!


 
 
Onde você se esconde alegria?
Será que morreu?
Acordar para lutar,
Acordar para correr
O dia  já nascendo cansado.
A tristeza insistindo em duelar
Por um lugar dentro de mim.


Outros mares,
Algum motivo para sorrir...
Manhã que se perdura até o fim da tarde
Sonhar acordada seria o alivio
Para tanta realidade exposta.

Repara bem o sol brilha.
Independente da nossa angustia
Das minhas lágrimas...
E ao meio dia ele castiga
Com um calor  de deserto.

Toda a vida para lidar
Com as nossas próprias limitações
No final o que restará?
Da menina que corria a estrada
E que achava tudo maravilhosamente poético
Mesmo a dor... Era para ser vencida
Em cada linha em cada estrofe.

 
Essa distância quase intransponível
Entre a razão e a dor.
A mente sabe que não deveria ser assim.
Mas o coração dolorido
Não consegue sorrir.
O que vês em meu rosto
Infelizmente é como minha alma está...

Autora
Liê Ribeiro
Poetisa.
17/10/2012

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Poema para Gabriel!

Atravessar a Ponte!